O ano de 2020 foi de recuperação para o ramo da construção civil, embora não tenha sido tanto quanto o esperado.

As previsões para 2021 são bem otimistas devido à baixa das taxas de juros, maiores facilidades para o financiamento imobiliário e estímulos para se investir em moradia.

Essas medidas permitiram a manutenção do aquecimento econômico e a expectativa é de crescimento de 3,8% nesse ano.

O grande número de canteiro de obras e de imóveis em construção, deve garantir a tão esperada recuperação pós pandemia e o reabastecimento do setor.
 
Com essa perspectiva, aquela obra que estava sendo adiada, volta a se tornar realidade.